Siemens exporta carregadores elétricos made in Portugal

A fábrica da Siemens Portugal em Corroios foi escolhida para produzir a nova geração de carregadores elétricos da empresa, reforçando a sua aposta na mobilidade elétrica.

Corroios not

- 90% dos carregadores produzidos na fábrica de Corroios serão para exportação

- Nova linha vai produzir mais de 300 carregadores por ano

Destinam-se ao carregamento de autocarros, camiões ou veículos utilitários

Primeiras entregas terão como destino Inglaterra, Alemanha e Suécia

A fábrica que a Siemens Portugal tem localizada em Corroios foi escolhida para produzir a nova geração de carregadores elétricos da empresa, reforçando a sua aposta na mobilidade elétrica, um mercado em expansão a nível mundial. Os carregadores destinam-se a veículos comerciais, como autocarros ou camiões, ou veículos utilitários e de recolha de lixo ou de lavagem de estradas, entre outros. Este modelo permite carregamentos de 30 minutos até 2 horas, consoante as diferentes classes de potência e necessidades de autonomia.

Será criada uma linha de produção dedicada e a fábrica terá capacidade para produzir mais de 300 unidades por ano. As primeiras entregas devem acontecer ainda em 2019, e destinam-se a projetos em Inglaterra, Alemanha e Suécia. Aliás, estima-se que 90% dos carregadores produzidos na fábrica da Siemens em Corroios serão para exportação. Se o mercado evoluir favoravelmente, a empresa prevê vir a produzir, nesta unidade, 1400 carregadores por ano até 2025.

Para Pedro Pires de Miranda, Presidente Executivo da Siemens Portugal, “os investimentos recentes que fizemos na nossa fábrica e a aposta na captação de centros de competências internacionais fizeram com que fosse possível passar a produzir estes equipamentos em Portugal. Para além de reforçar as nossas exportações, contribui para melhor posicionar Portugal na mobilidade elétrica, uma área de futuro e em franco crescimento.”